O quadro da engenharia brasileira

Segundo o Conselho Federal de Engenharia e Agronomia (Confea) estão registrados no país 896.229 engenheiros, assim distribuídos pelas unidades da Federação:

Ainda de acordo com o Confea, são seis as modalidades de atuação da atividade, ainda hegemonicamente masculina nos dias atuais:

  • Agrimensura – 14 mil engenheiros
  • Civil – 452 mil engenheiros
  • Eletricista – 188 mil engenheiros
  • Geologia e Minas – 18 mil engenheiros
  • Mecânica e Metal – 188 mil engenheiros
  • Química – 35 mil engenheiros

O Conselho ainda contempla geólogos e agrônomos, além de tecnólogos de diversos títulos, perfazendo quase um milhão de profissionais no Brasil.

Uma significativa força de trabalho, cujo conhecimento traz intrínseco o condão de aumentar a produção nacional e distribuir amplamente o conforto que o domínio da Natureza pode oferecer. Do espaço às profundezas do planeta, “a engenharia visa o bem-estar do ser humano“.

Publicado por Iso Sendacz

Engenheiro Mecânico pela EESC-USP, Especialista aposentado do Banco Central, diretor do Instituto Cultural Israelita Brasileiro, conselheiro da CNTU e Aguaviva, membro da direção estadual paulista do Partido Comunista do Brasil. Foi presidente regional e diretor nacional do Sinal. Nascido no Bom Retiro, São Paulo, mora em Santos.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: