O quadro da engenharia brasileira

Segundo o Conselho Federal de Engenharia e Agronomia (Confea) estão registrados no país 896.229 engenheiros, assim distribuídos pelas unidades da Federação:

Ainda de acordo com o Confea, são seis as modalidades de atuação da atividade, ainda hegemonicamente masculina nos dias atuais:

  • Agrimensura – 14 mil engenheiros
  • Civil – 452 mil engenheiros
  • Eletricista – 188 mil engenheiros
  • Geologia e Minas – 18 mil engenheiros
  • Mecânica e Metal – 188 mil engenheiros
  • Química – 35 mil engenheiros

O Conselho ainda contempla geólogos e agrônomos, além de tecnólogos de diversos títulos, perfazendo quase um milhão de profissionais no Brasil.

Uma significativa força de trabalho, cujo conhecimento traz intrínseco o condão de aumentar a produção nacional e distribuir amplamente o conforto que o domínio da Natureza pode oferecer. Do espaço às profundezas do planeta, “a engenharia visa o bem-estar do ser humano“.

Publicado por Iso Sendacz

Engenheiro Mecânico pela EESC-USP, Especialista aposentado do Banco Central, diretor do Instituto Cultural Israelita Brasileiro, conselheiro da CNTU e Aguaviva, membro da direção estadual paulista do Partido Comunista do Brasil. Foi presidente regional e diretor nacional do Sinal. Nascido no Bom Retiro, São Paulo, mora em Santos.

Um comentário em “O quadro da engenharia brasileira

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: