Basta: tirem o demente de lá

Zoel Garcia Siqueira

Charles-Louis de Secondat, barão de La Brède e de Montesquieu, famoso filósofo, escritor e político francês mais conhecido apenas por Montesquieu, combateu a concentração do poder em uma só pessoa.

Em 1714, ele entrou para o tribunal provincial de Bordéus, que presidiu de 1716 a 1726, e rebelou-se contra o regime de governo absolutista adotado em vários países da Europa no século XVIII.

Ele propôs a divisão do estado em três poderes, executivo, legislativo e judiciário, que passou a valer nos países ditos democráticos, entre eles o Brasil.
Essa divisão visa a harmonia e a fiscalização dos poderes entre si, o que nem sempre acontece, até porque executivo e legislativo, pelo menos aqui, não conseguem fiscalizar o judiciário.

Teoricamente, portanto, nossos presidentes da república deveriam ser fiscalizados por um legislativo bicameral, ou seja, formado por câmara dos deputados e senado.
Na ‘juristocracia’ em que vivemos, o judiciário fiscaliza o executivo e o congresso nacional, embora, convenhamos, só quando interesses da elite econômica exigem.
De qualquer forma, como diz o título acima, basta. Passou da hora do legislativo e judiciário exercerem verdadeiramente o poder e declarar o presidente e seu ministro da saúde incompetentes para os cargos.

O Brasil atinge números inadmissíveis de mortes pela covid-19. Diariamente, têm sucumbido mais de dois mil brasileiros, pais e mães, filhos e filhas, avôs e avós, irmãos e irmãs, amigos e amigas.

E nada é feito pelo executivo federal para conter a proliferação da pandemia do novo coronavírus. Nosso pais está malvisto no mundo inteiro, avacalhado e abominado.
Legislativo e judiciário, ao contrário do concebido por Montesquieu, não exercem seus poderes, permanecem inertes diante da insanidade de um governo que nada faz para conter as mortes.

É revoltante ler e ouvir tantas notícias sobre a crise em nossa saúde pública. É inaceitável a galhofa do presidente diante do drama coletivo, com palavras, frases e gestos abomináveis.

O ‘mimimi’ evocado por Bolsonaro é uma afronta à dignidade e ao direito à saúde dos brasileiros. A covid-19 não é uma ‘gripezinha’. Basta de tanto descaso.
Legislativo e judiciário, declarem a incompetência do demente e tirem-no do poder. Ele e todo o seu governo. Isso é o mínimo que se pode esperar de parlamentares e juízes no gozo da sanidade.

Zoel Garcia Siqueira é professor, formado em sociologia e presidente do Sindicato dos Servidores Municipais do Guarujá.

#TodosUnidospelaVacina

*reproduzido a partir da divulgação do jornalista Paulo Passos.

Publicado por Iso Sendacz

Engenheiro Mecânico pela EESC-USP, Especialista aposentado do Banco Central, diretor do Instituto Cultural Israelita Brasileiro, conselheiro da CNTU e Aguaviva, membro da direção estadual paulista do Partido Comunista do Brasil. Foi presidente regional e diretor nacional do Sinal. Nascido no Bom Retiro, São Paulo, mora em Santos.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: