Basta: tirem o demente de lá

Zoel Garcia Siqueira

Charles-Louis de Secondat, barão de La Brède e de Montesquieu, famoso filósofo, escritor e político francês mais conhecido apenas por Montesquieu, combateu a concentração do poder em uma só pessoa.

Em 1714, ele entrou para o tribunal provincial de Bordéus, que presidiu de 1716 a 1726, e rebelou-se contra o regime de governo absolutista adotado em vários países da Europa no século XVIII.

Ele propôs a divisão do estado em três poderes, executivo, legislativo e judiciário, que passou a valer nos países ditos democráticos, entre eles o Brasil.
Essa divisão visa a harmonia e a fiscalização dos poderes entre si, o que nem sempre acontece, até porque executivo e legislativo, pelo menos aqui, não conseguem fiscalizar o judiciário.

Teoricamente, portanto, nossos presidentes da república deveriam ser fiscalizados por um legislativo bicameral, ou seja, formado por câmara dos deputados e senado.
Na ‘juristocracia’ em que vivemos, o judiciário fiscaliza o executivo e o congresso nacional, embora, convenhamos, só quando interesses da elite econômica exigem.
De qualquer forma, como diz o título acima, basta. Passou da hora do legislativo e judiciário exercerem verdadeiramente o poder e declarar o presidente e seu ministro da saúde incompetentes para os cargos.

O Brasil atinge números inadmissíveis de mortes pela covid-19. Diariamente, têm sucumbido mais de dois mil brasileiros, pais e mães, filhos e filhas, avôs e avós, irmãos e irmãs, amigos e amigas.

E nada é feito pelo executivo federal para conter a proliferação da pandemia do novo coronavírus. Nosso pais está malvisto no mundo inteiro, avacalhado e abominado.
Legislativo e judiciário, ao contrário do concebido por Montesquieu, não exercem seus poderes, permanecem inertes diante da insanidade de um governo que nada faz para conter as mortes.

É revoltante ler e ouvir tantas notícias sobre a crise em nossa saúde pública. É inaceitável a galhofa do presidente diante do drama coletivo, com palavras, frases e gestos abomináveis.

O ‘mimimi’ evocado por Bolsonaro é uma afronta à dignidade e ao direito à saúde dos brasileiros. A covid-19 não é uma ‘gripezinha’. Basta de tanto descaso.
Legislativo e judiciário, declarem a incompetência do demente e tirem-no do poder. Ele e todo o seu governo. Isso é o mínimo que se pode esperar de parlamentares e juízes no gozo da sanidade.

Zoel Garcia Siqueira é professor, formado em sociologia e presidente do Sindicato dos Servidores Municipais do Guarujá.

#TodosUnidospelaVacina

*reproduzido a partir da divulgação do jornalista Paulo Passos.

Publicado por Iso Sendacz

Engenheiro Mecânico pela EESC-USP, Especialista aposentado do Banco Central, diretor do Sindicato Nacional dos Funcionários do Banco Central e do Instituto Cultural Israelita Brasileiro, conselheiro da CNTU, membro da direção estadual paulista do Partido Comunista do Brasil. Nascido no Bom Retiro, São Paulo, mora em Santos.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

<span>%d</span> blogueiros gostam disto: