Cartazes nos muros de SP escancaram a carestia de Bolsonaro

Da redação da Hora do Povo

No último domingo (28), os muros da capital paulista amanheceram com cartazes denunciando a carestia no governo Bolsonaro. Os lambe-lambes, que foram espalhados por cerca de 20 pontos da cidade, lembravam anúncios de supermercados e destacavam os preços absurdamente caros dos alimentos e demais produtos essenciais do dia a dia dos brasileiros como o arroz, óleo de cozinha, carnes, gasolina e o botijão de gás de cozinha, por exemplo, que chegou a R$ 105.

“Tá muito caro. Tá na conta do Bolsonaro. Essa conta não é nossa. O Brasil não merece isso”, escreveram os manifestantes nos cartazes da campanha “Bolsocaro”.

Pressionado pelos preços dos alimentos, a inflação oficial medida pelo Índice de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA), de janeiro de 2020/janeiro 2021, acumula alta de 4,56%. A alta dos alimentos no IPCA foi de 14,09%, o maior aumento em 18 anos. (+457 palavras, Hora do Povo)

Publicado por Iso Sendacz

Engenheiro Mecânico pela EESC-USP, Especialista aposentado do Banco Central, diretor do Sindicato Nacional dos Funcionários do Banco Central e do Instituto Cultural Israelita Brasileiro, conselheiro da CNTU, membro da direção estadual paulista do Partido Comunista do Brasil. Nascido no Bom Retiro, São Paulo, mora em Santos.

Um comentário em “Cartazes nos muros de SP escancaram a carestia de Bolsonaro

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

<span>%d</span> blogueiros gostam disto: