Cartazes nos muros de SP escancaram a carestia de Bolsonaro

Da redação da Hora do Povo

No último domingo (28), os muros da capital paulista amanheceram com cartazes denunciando a carestia no governo Bolsonaro. Os lambe-lambes, que foram espalhados por cerca de 20 pontos da cidade, lembravam anúncios de supermercados e destacavam os preços absurdamente caros dos alimentos e demais produtos essenciais do dia a dia dos brasileiros como o arroz, óleo de cozinha, carnes, gasolina e o botijão de gás de cozinha, por exemplo, que chegou a R$ 105.

“Tá muito caro. Tá na conta do Bolsonaro. Essa conta não é nossa. O Brasil não merece isso”, escreveram os manifestantes nos cartazes da campanha “Bolsocaro”.

Pressionado pelos preços dos alimentos, a inflação oficial medida pelo Índice de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA), de janeiro de 2020/janeiro 2021, acumula alta de 4,56%. A alta dos alimentos no IPCA foi de 14,09%, o maior aumento em 18 anos. (+457 palavras, Hora do Povo)

Publicado por Iso Sendacz

Engenheiro Mecânico pela EESC-USP, Especialista aposentado do Banco Central, diretor do Instituto Cultural Israelita Brasileiro, conselheiro da CNTU e Aguaviva, membro da direção estadual paulista do Partido Comunista do Brasil. Foi presidente regional e diretor nacional do Sinal. Nascido no Bom Retiro, São Paulo, mora em Santos.

Um comentário em “Cartazes nos muros de SP escancaram a carestia de Bolsonaro

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: