Desafio da Retomada do Crescimento da Renda e do Emprego

O chamado de Fernando Nogueira da Costa faz lembrar Geraldo Vandré: a certeza na frente, a história na mão. Os resultados espetaculares que o Brasil já alcançou só reforçam a recomendação que faz o economista e professor da Unicamp pela flexibilização e mesmo a superação do famoso tripé neoliberal dos últimos quarenta anos, que levou o Brasil à condição de fornecedor de lucro fácil para o capital financeiro.
Quando a desocupação marca o recorde de 14,4%, a flutuação do câmbio favorece a entrada e saída de capital meramente especulativo e o PIB de 2020 promete fazer muitas vítimas ao “assassino econômico”, é sempre oportuno o resgate da lembrança de que a “renda per capita do brasileiro dobrou entre 1900 e 1940, e quintuplicou entre 1940 e 1980”.
E depois?

Blog Cidadania & Cultura

Serviços fev-ago 2020

Carlos Luque é professor da FEA- USP e presidente da Fipe. Simão Silber é professor da FEA-USP. Francisco Vidal Luna é professor da FEA aposentado. Roberto Zagha foi professor assistente na FEA-USP nos anos 1970 e no Banco Mundial a partir de 1980, onde encerrou a carreira em 2012 como Secretário da Comissão sobre o Crescimento e o Desenvolvimento, e diretor para a Índia. Como habitual, publicaram um artigo desenvolvimentista (Valor, 14/10/2020). Foge à regra neoliberal do jornal.

“O Brasil custou a crescer. Da chegada dos portugueses até o começo do século 20 a renda per capita do brasileiro estagnou. Explorava-se pau-brasil, plantava-se açúcar ou café, descobria-se ouro ou diamantes, traziam-se milhões de escravos, acabava- se com a escravidão, abria-se o país à imigração e a renda per capita mal se mexia.

Entre o final do século XIX e início do século XX, chegou a noção de ordem, progresso e…

Ver o post original 902 mais palavras

Publicado por Iso Sendacz

Engenheiro Mecânico pela EESC-USP, Especialista aposentado do Banco Central, diretor do Sindicato Nacional dos Funcionários do Banco Central e do Instituto Cultural Israelita Brasileiro, membro da direção estadual paulista do Partido Comunista do Brasil. Nascido no Bom Retiro, São Paulo, mora em Santos.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: