Mariângela Duarte, filha na história

Mariângela Duarte completou ontem a sua produtiva vida. Professora, vereadora, deputada estadual, deputada federal, secretária de Educação, mulher dedicada não só aos seus filhos e netos, mas à toda gente que dela precisasse.

Os caminhos da vida nos fizeram vizinhos há poucos anos, na cidade de Santos.

Assim, eu a conheci na orla da Aparecida. Estávamos eu e Daro Piffer em campanha deste a deputado federal quando ela passeava com seu cachorro e recolheu um dos folhetos que distribuíamos. No retorno, parou para conversar e puxar assunto, interessada na proposta de um Sistema Financeiro Cidadão que apresentávamos aos eleitores santistas. Suas palavras de incentivo ao debate na Câmara Federal e o pedido de votos a vários dos passantes, vários deles ex-eleitores de Mariângela, deixaram uma primeira marca.

Como um é pouco, houve uma segunda vez: em outubro último havíamos recém saído de casa com João Vicente Goulart, que visitava a cidade para receber o título de cidadão santista conferido a seu pai, o ex-presidente do Brasil. Um documento faltante para a entrevista no Diário do Litoral nos fez retornar à origem. Subi eu ao apartamento enquanto João e Guilherme Cruz aguardavam em frente ao prédio. Quando retorno, vejo-os em roda com Mariângela, que justo naquele dia e horário resolveu mudar o trajeto da sua caminhada diária. A conversa, por óbvio, girava em torno da obra de Jango, que ela muito ilustrou.

Teria, sem dúvida, muito apreciado uma terceira, quarta, quinta e enésima oportunidade de estar com Mariângela Duarte, cuja obra apenas comecei a conhecer. Mas a sensação que tive nessa breve convivência que a ela lhe veste bem o Hino de Santos: filha na história da ilha encantada.

Em sua homenagem a Prefeitura decretou luto oficial de três dias. E a imprensa lhe dedicou destaque em suas páginas. Mas foi a mensagem de Aline Cabral, presidente do Centro dos Estudantes de Santos, que melhor sintetizou nossos sentimentos: sua luta será lembrada e eternizada.

Viva Mariângela Duarte!

Publicado por Iso Sendacz

Engenheiro Mecânico pela EESC-USP, Especialista aposentado do Banco Central, diretor do Instituto Cultural Israelita Brasileiro, conselheiro da CNTU e Aguaviva, membro da direção estadual paulista do Partido Comunista do Brasil. Foi presidente regional e diretor nacional do Sinal. Nascido no Bom Retiro, São Paulo, mora em Santos.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: