Crash de Março e Efeito Pobreza

Muitos acadêmicos têm intensificado suas análises nestes períodos em que estão em casa. Parece ser o caso do Professor de Economia da Unicamp, Fernando Nogueira da Costa.

O principal efeito da queda da riqueza é a compressão do consumo e a distribuição de pobreza na cadeia produtiva. Mas destacamos um efeito negativo adicional da perda de valor das ações, que em março por diversas vezes levaram à suspensão das transações: a concentração da riqueza no país em menos mãos – e bolsos!

Outro aspecto interessante é o aumento do número de crianças e jovens adolescentes que sequer têm idade para serem aprendizes já serem proprietários, em média, de riquezas acionárias maiores que aplicadore que trabalharam uma vida inteira.

Os porquês deixemos a cargo do professor, para mais adiante comentarmos.

Blog Cidadania & Cultura

Em Economia, o chamado Efeito Riqueza é o estímulo da produção e do emprego, causado pelo aumento do consumo, devido a um aumento nos saldos reais de riqueza. Ele ocorreria, particularmente, durante uma deflação.

Essa riqueza real foi definida por Pigou, em 1948, como a soma da oferta monetária e dos títulos de dívida, deflacionados pelo nível de preços. Seu argumento era a Teoria Geral de John Maynard Keynes não especificar uma ligação entre saldos reais e consumo corrente. A inclusão de tal Efeito Riqueza tornaria a economia mais autocorretiva para quedas na demanda agregada. Estava em sua mente uma pressuposta reversão à média.

Na realidade, em deflação, em vez de a queda dos preços fazer os consumidores se sentirem mais ricos e aumentarem os gastos, como sugerido por Pigou, eles tendem a adiar as compras, esperando os preços caírem ainda mais. Um boom da bolsa de valores pode…

Ver o post original 1.148 mais palavras

Publicado por Iso Sendacz

Engenheiro Mecânico pela EESC-USP, Especialista aposentado do Banco Central, diretor do Sindicato Nacional dos Funcionários do Banco Central e do Instituto Cultural Israelita Brasileiro, conselheiro da CNTU, membro da direção estadual paulista do Partido Comunista do Brasil. Nascido no Bom Retiro, São Paulo, mora em Santos.

Um comentário em “Crash de Março e Efeito Pobreza

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

<span>%d</span> blogueiros gostam disto: