Sanguessugas

Enquanto a operação Greenfield encontra-se em marcha lenta, em razão do foro privilegiado de um dos investigados, o Ministro da Economia Paulo Guedes reclama à imprensa de possível mobilização dos servidores públicos por reajuste salarial.

O gráfico ao lado é ilustrativo das perdas salariais dos servidores especializados da União. Quando se fala em médicos, professores e carreiras de apoio, a situação é ainda pior, pois sequer receberam as duas parcelas mais recentes de insuficiente reposição inflacionária.

É algo como trabalhar dois meses por ano sem qualquer salário.

Alguns têm dito que os responsáveis pelas políticas fiscal e monetária, a segurança pública e de nossas fronteiras, a Justiça e o Parlamento, ganham demasiado e, ainda por cima, têm estabilidade. Pois são exatamente salários adequados e proteção contra a demissão imotivada que lhes permitem exercer sua função de Estado no interesse da sociedade. Do contrário, a pressão política poderia desviar suas ações por caminhos malquistos.

Por que então se quer reduzir os salários dos servidores e o próprio quantitativo de cargos no serviço público?

O desmonte do Estado só fará diminuir a fiscalização sobre o particular que atende ao grande público e a oferta de serviços que por direito constitucional todo cidadão pode usar.

Se a montanha de dinheiro público hoje separada para a renda financeira fosse mais bem distribuída entre salários e insumos, a sociedade seria mais bem servida e rumaria a um equilíbrio provedor de paz social.

Leia também: O Privilégio de Ser Servidor Público.

Publicado por Iso Sendacz

Engenheiro Mecânico, Especialista aposentado do Banco Central, diretor do Sindicato Nacional dos Funcionários do Banco Central, do Instituto Cultural Israelita Brasileiro e membro da direção estadual paulista do Partido Comunista do Brasil. De São Paulo, mora em Santos.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: