Quadrinhos – parte VII

Eu a conheci nas lides sindicais dos funcionários do Banco Central. E desde logo percebi em Cleide Napoleão uma rara combinação de sensibilidade para com o próximo com o traço artístico com que desenha. Hoje aposentada do Banco Central, com dois filhos, aproveita a quarentena para produzir máscaras a quem precisa. “Prata da Casa”, teveContinuar lendo “Quadrinhos – parte VII”