Cresce a frente ampla em defesa da democracia e isola Bolsonaro e seus terroristas

Avaria na obra de Di Cavalcanti

Açulados pelas redes do capitão fujão, que de Miami instigava a agressão aos Poderes constituídos da República Federativa do Brasil, terroristas bolsonaristas destruíram obras de arte de Niemeyer a Di Cavalcanti, ante a inépcia do governador afastado do Distrito Federal e de seu ex-ministro de Bolsonaro que ocupava a Secretaria de Segurança distrital.

As manifestações de repúdio vieram de todos os cantos do Brasil e do mundo. De empresários e banqueiros a trabalhadores, passando pela sempre presente Ordem dos Advogados do Brasil e governadores de Estado, a expectativa é de “medidas enérgicas e exemplares contra atos terroristas”, como exigem as Centrais Sindicais. Do exterior, EUA, União Européia, OEA e Celac estão os que enviaram mensagens ao Brasil.

Após Lula decretar intervenção federal no DF, o Ministro da Justiça Flávio Dino asseverou à Nação: “chegaremos nos financiadores e os terroristas serão presos”.

Da Engenharia pela Democracia vem o extrato da manifestação que resume o desejo nacional de União e Reconstrução do Brasil:

A Engenharia pela Democracia – EngD, movimento que congrega profissionais, pesquisadores e estudantes que atuam e interagem nas diversas áreas da Engenharia, repudia veementemente os atos de vandalismo e terror promovido nesta tarde pela horda de golpistas fascistas bolsonaristas, atentando contra o Estado Democrático de Direito. 

Nossa solidariedade ao Presidente Lula, ao Supremo Tribunal Federal, ao Senado e Câmara Federal e, sobretudo, ao povo brasileiro. Conclamamos todas as forças democráticas da Nação a mais uma vez se unir e mobilizar para defender a Constituição, a Democracia e a soberania popular expressa nas eleições.

Viva a Democracia!

Viva a União do Povo Brasileiro!

Publicado por Iso Sendacz

Engenheiro Mecânico pela EESC-USP, Especialista aposentado do Banco Central, conselheiro da Casa do Povo, EngD, CNTU e Aguaviva, membro da direção estadual paulista do Partido Comunista do Brasil. Foi presidente regional e diretor nacional do Sinal. Nascido no Bom Retiro, São Paulo, mora em Santos.

2 comentários em “Cresce a frente ampla em defesa da democracia e isola Bolsonaro e seus terroristas

  1. Comandante,

    Corrigindo seu texto. O GOVERNADOR do DISTRITO FEDERAL não foi afastado.

    A intervenção é apenas na área de SEGURANÇA PÚBLICA.

    PAULO MARCOS

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: