O Putsch da Cervejaria 

Temos reunido as publicações de Francisco Silva Sousa, no Te Contei, como um alerta para que não se repitam os trágicos eventos relatados e suas tenebrosas consequências em mortes humanas para lá de desnecessárias.
São os casos, entre outros, das noites dos longos punhais e dos cristais, na Alemanha interguerras.
Nos dias atuais, observam-se intenções de seguir os passos do nazifascismo, indo em certos governos às vias de fato. Assim, o golpe de Estado tentado na Baviera de 1923 parece oportuno de ser lembrado, para que não se repita no Brasil de hoje, nem em qualquer outro lugar do mundo.

Te Contei

OPutsch da CervejariaouPutsch de Muniquefoi uma tentativa falhada de golpe de Estadode Adolf Hitlere do Partido Nazistacontra o governo da região alemã da Baviera, ocorrido em 9 de novembro de 1923. O objetivo de Hitler era tomar o poder do governo bávaro. A ação foi controlada pela polícia bávara, sendo que Hitler e vários correligionários – dentre eles Rudolf Hess– foram presos.

A expressão “Putsch (golpe em alemão) da Cervejaria” origina-se de que Hitler teria exortado seus partidários à ação baseado na cervejariaBurgebräukeller, uma das mais famosas cervejarias de Munique. Tendo reunido um grupo de seguidores,

Hitler sinalizou o início da “revolução” com um tiro no teto. Na refrega com as forças da ordem, 16 nazistas foram mortos. A propaganda nazistatransformou esses mortos, posteriormente, em heróis da causa nacional-socialista.

Golpe

Hitler decidiu usar Erich Ludendorff, em 1923, como testa de ferro, numa tentativa de tomada do poder em…

Ver o post original 500 mais palavras

Publicado por Iso Sendacz

Engenheiro Mecânico pela EESC-USP, Especialista aposentado do Banco Central, diretor do Instituto Cultural Israelita Brasileiro, conselheiro da CNTU e Aguaviva, membro da direção estadual paulista do Partido Comunista do Brasil. Foi presidente regional e diretor nacional do Sinal. Nascido no Bom Retiro, São Paulo, mora em Santos.

Um comentário em “O Putsch da Cervejaria 

  1. Tanto na Alemanha nazista quanto no Brasil de hoje fica evidente o que acontece.
    Líderes políticos, empresariais são subservientes não tomando as devidas providências necessárias para inibir tais tentativas.
    A tragedia quase sempre é o mesma.

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: