Dia Nacional do Samba

Na cadência do samba

Luiz Bandeira

<—- ouça na voz de Nelson Gonçalves

Samba
Representa uma nação
Samba
Orgulho da raça
Retrato de um povo
Que tem alma e coração

Que bonito é
Ver o samba no terreiro
Assistir um batuqueiro numa roda improvisar

Que bonito é
A mulata requebrando, os tambores repicando
Uma escola a desfilar

Que bonito é
Pela noite enluarada, numa trova apaixonada
Um cantor desabafar

Que bonito é
Gafieira, salão nobre
Seja rico seja pobre
Toda gente a sambar
O samba é romance
O samba é fantasia
O samba é sentimento
O samba é alegria

Bate que vai batendo a cadencia boa que o samba tem

Bate que repicando o pandeiro vai tamborim também

O samba de Luiz Bandeira foi gravado em 1956. Um lustro mais tarde, Ataulfo Alves compôs samba homônimo igualmente imortal. Na história, o primeiro deles ficou conhecido como Que Bonito É.

Agora oficial, relembre também Basta! A liberdade veste Gaviões, o enredo 2021 da Gaviões da Fiel.

Publicado por Iso Sendacz

Engenheiro Mecânico pela EESC-USP, Especialista aposentado do Banco Central, diretor do Instituto Cultural Israelita Brasileiro, conselheiro da CNTU e Aguaviva, membro da direção estadual paulista do Partido Comunista do Brasil. Foi presidente regional e diretor nacional do Sinal. Nascido no Bom Retiro, São Paulo, mora em Santos.

Um comentário em “Dia Nacional do Samba

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: