PEC 32 é um retrocesso, afirma economista

Pior do que querer fazer prevalecer o interesse financeiro sobre o público e o nacional, é fazer isso em tempos que um banqueiro ocupa proeminente posto na economia do governo de plantão. Mais ou menos como colocar os granjeiros a serviço da raposa, de direito, pois de fato já estamos.

Assiste também razão a Oreiro quando explica os riscos de retorno do Estado patrimonialista, que vêm embutidos na proposta legislativa do governo.

Publicado originalmente no portal do PCdoB e na Hora do Povo.

José Luis Oreiro

Para o economista e professor José Luis Oreiro, do Departamento de Economia da Universidade de Brasília (UnB), a proposta de reforma administrativa – PEC 32/2020, que tramita no Congresso Nacional por iniciativa do governo Bolsonaro, é um “retrocesso”.

“A PEC 32 ao fragilizar a estabilidade dos servidores públicos pode transformar os servidores em funcionários do governo de plantão, ao invés de funcionários do Estado Brasileiro, constituindo-se assim num retrocesso em direção ao velho Estado Patrimonialista”, afirma o economista, em artigo publicado pela Revista Política Democrática.

“A realização de uma reforma administrativa com o objetivo de preservar o teto de gastos parece-me ideia desprovida do mínimo senso de realidade. No debate econômico brasileiro atual é crescente o consenso de que não é possível manter o Teto de Gastos (EC 95), que estabelece o congelamento dos gastos primários da União em termos reais até 2036, devido ao crescimento dos gastos com previdência…

Ver o post original 460 mais palavras

Publicado por Iso Sendacz

Engenheiro Mecânico pela EESC-USP, Especialista aposentado do Banco Central, diretor do Instituto Cultural Israelita Brasileiro, conselheiro da CNTU e Aguaviva, membro da direção estadual paulista do Partido Comunista do Brasil. Foi presidente regional e diretor nacional do Sinal. Nascido no Bom Retiro, São Paulo, mora em Santos.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: