Incompetência no MEC é armadilha para o desmonte das Universidades

IMPRECIONANTE!
Não sabemos como classificar o ministro Weintraub, titular da pasta da Educação: um dócil ignorante ou um astuto oportunista. De uma ou outra maneira, o seu resultado é desastroso para o saber brasileiro e a formação das novas gerações. Quando a menos de uma semana “parasitas maconheiros” da UFBA divulgaram o método de detecção do coronavírus em três horas de análise sanguínea, é oportuno Não sabemos como classificar o ministro Weintraub, titular da pasta da Educação: um dócil ignorante ou um astuto oportunista. De uma ou outra maneira, o seu resultado é desastroso para o saber brasileiro e a formação das novas gerações. Quando a menos de uma semana “parasitas maconheiros” da UFBA divulgaram o método de detecção do coronavírus em três horas de análise sanguínea, é oportuno conhecer a opinião de Ergon Cugler sobre o desmonte da universidade pelas autoridades governamentais.

Blog do Ergon

São inegáveis os avanços que o Sistema de Seleção Unificada (SiSU) junto ao Exame Nacional do Ensino Médio (ENEM) trouxeram ao Brasil. A crise nas notas divulgadas pelo SiSU 2020 demonstraram o tamanho do impacto na vida dos estudantes de todo país. Não bastasse, as inscrições para o Programa Universidade para Todos (ProUni) foram suspensas por tempo indeterminado, colocando ainda mais incertezas quanto ao futuro da educação brasileira.

Com uma das maiores estruturas da União, o Ministério da Educação (MEC) tem servido como catalisador da agenda do Governo de Jair Bolsonaro, o qual sem coalizão para aprovar sua pauta de costumes junto ao Congresso, tem governado por omissão em meio ao caos institucional que ele mesmo incita. Nesse contexto, qual seria a relação da ingerência no MEC com a narrativa do bolsonarismo? O que há por detrás da diária crítica às Universidades Públicas? E, aliás, quem ganha quando a…

Ver o post original 1.188 mais palavras

Publicado por Iso Sendacz

Engenheiro Mecânico, Especialista aposentado do Banco Central, diretor do Sindicato Nacional dos Funcionários do Banco Central, do Instituto Cultural Israelita Brasileiro e membro da direção estadual paulista do Partido Comunista do Brasil. De São Paulo, mora em Santos.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: