Histórias de luta dos estudantes da USP

Com informações de Maria Fernanda Barros, no Jornal da USP

Rua Maria Antonia, 1968, estudantes pela Democracia – Foto: Acervo CEUMA USP

Já havíamos publicado algumas de nossas memórias de luta estudantil n’as lições fora da sala de aula. Agora professores e estudantes da Universidade de São Paulo organizam um acervo para visitação e pesquisa pública sobre como os universitários se empenharam pela qualidade de ensino e a democracia do país.

Preservar a história de luta dos estudantes da USP é o objetivo do Memória Estudantil, novo projeto do Centro de Apoio à Pesquisa Sérgio Buarque de Holanda (CAPH), da Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas (FFLCH) da USP. Cerca de duzentas caixas de materiais, como cartazes, fotografias e até relatórios de assembleias, foram doadas pela gestão anterior do Diretório Central dos Estudantes (DCE) da USP, representada pela chapa Nossa Voz, que propôs a iniciativa com o intuito de conservar a documentação histórica dos estudantes.

Vanessa Andrade, estudante de História na USP e uma das voluntárias no projeto, considera que o trabalho é uma forma de democratizar esses arquivos, ao mesmo tempo em que resgata a história da militância estudantil. “A meta principal é oferecer esse material de uma forma que facilite várias pesquisas sobre esse tema muito importante, recuperando a história do movimento estudantil e tentando combater esse imobilismo presente hoje”, afirma.

A estudante de Ciências Sociais Beatriz Oliveira também participa do projeto.

Nós precisamos que o movimento estudantil esteja ativo para continuar assegurando os nossos direitos, para que possamos continuar existindo nessa Universidade. Queremos que com esse projeto o movimento estudantil sirva como uma referência e, para isso, sua história precisa estar escrita.

Cartaz de 2002, foto Maria Fernanda Barros / Jornal da USP

O CAPH fica na Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas (FFLCH) da USP, na Avenida Professor Lineu Prestes, 338, Cidade Universitária, bairro do Butantã, em São Paulo.

Av. Paulista, 2022 (Foto: Reprodução/Redes Sociais/Jornal do Campus)

Para visitar o centro e conhecer os acervos, de segunda a sexta-feira, das 9 às 21 horas, é necessário fazer agendamento prévio, enviando um e-mail para caph@usp.br, ou entrando em contato pelo número (11) 3091-3742. 

Publicado por Iso Sendacz

Engenheiro Mecânico pela EESC-USP, Especialista aposentado do Banco Central, conselheiro da Casa do Povo, EngD, CNTU e Aguaviva, membro da direção estadual paulista do Partido Comunista do Brasil. Foi presidente regional e diretor nacional do Sinal. Nascido no Bom Retiro, São Paulo, mora em Santos.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: