Cartão corporativo: Bolsonaro usou dinheiro público para comprar sorvete, cosméticos e R$ 13 milhões em hotéis de luxo

Luíz Müller Blog

Dos R$ 27,6 milhões gastos, pelo menos R$ 13,6 milhões foram desembolsados em hospedagem, muitas vezes em locais de luxo, contrariando o discurso adotado muitas vezes pelo ex-presidente

Imagem: Reprodução

Os gastos com ocartão corporativoda presidência da República, durante a gestão deJair Bolsonaro(PL), vieram a público revelando ao menosR$ 27,6 milhões em despesas, muitas delas chamam a atenção pelos valores.

Por Katia Brembatti no portal Terra.

Os últimos lançamentos de notas fiscais datam de 19 de dezembro, referente a compra de comida. Se ocorreram gastos posteriores, pagos com cartão corporativo, ainda não constam no sistema. A reportagem foi feita com base nos dados oficiais e em checagem de informações, como CNPJ e endereço, em bases públicas disponíveis na internet.

É preciso alertar que numa planilha de Excel basta o lançamento de uma vírgula errada para R$ 100 virarem R$ 10 mil.

Hotéis de luxo

Ver o post original 1.134 mais palavras

Publicado por Iso Sendacz

Engenheiro Mecânico pela EESC-USP, Especialista aposentado do Banco Central, conselheiro da Casa do Povo, EngD, CNTU e Aguaviva, membro da direção estadual paulista do Partido Comunista do Brasil. Foi presidente regional e diretor nacional do Sinal. Nascido no Bom Retiro, São Paulo, mora em Santos.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: