PIB nominal cresce abaixo da Variação dos Preços dos Bens de Investimento: Consequência é Alta da Taxa de Investimento

A taxa de investimentos privados cresceu no Brasil nos últimos seis anos. Borça desconsiderou fatores meramente contábeis para apurar um avanço de fato de 2,9% no período (2,7% quando considerado também o investimento público). Sim, a participação do Estado rentista-dependente caiu em seis anos, quando se trata de fomentar o desenvolvimento nacional e o pleno emprego no país.
De se notar que a China avançou a sua taxa de formação bruta de capital fixo em 4,9%… em apenas um ano! Não é à toa que o país asiático caminha para ser a maior economia do mundo, e já o é pelo critério da paridade de poder de compra.
O Brasil já foi o país que mais cresceu no mundo, à base de 7% anuais por cinco décadas. O que falta para recuperar o velho ritmo nacional-desenvolvimentista, se não um Estado soberano e comprometido com o interesse nacional?

Blog Cidadania & Cultura

Anaïs Fernandes (Valor, 18/05/22) informa: o salto da taxa de investimentos no Brasil entre 2016 e 2021, de 15,5% para 19,2% do PIB, se deve integralmente ao aumento no setor privado, cuja taxa passou de 13,6% para 17,5% do PIB no período, enquanto os investimentos públicos recuaram de 1,93% para 1,64%, mesmo patamar dos dois anos anteriores. As estimativas para 2020 e 2021 são do Centro de Estudos de Mercado de Capitais (Cemec-Fipe), com base em dados do Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea), das Contas Nacionais do IBGE e do Tesouro Nacional.

Porém, a inflação de bens de investimentos foi maior se comparada à do PIB.

O Cemec lembra que, desde 2018, as taxas de investimento refletem os impactos dos critérios de contabilização de plataformas de petróleo, além de mudanças dos preços relativos entre a Formação Bruta de Capital Fixo (FBCF) e o PIB no período. “Limpando” os dados…

Ver o post original 688 mais palavras

Publicado por Iso Sendacz

Engenheiro Mecânico pela EESC-USP, Especialista aposentado do Banco Central, conselheiro da Casa do Povo, EngD, CNTU e Aguaviva, membro da direção estadual paulista do Partido Comunista do Brasil. Foi presidente regional e diretor nacional do Sinal. Nascido no Bom Retiro, São Paulo, mora em Santos.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: