Nelson Mandela: uma crônica de liberdade e humanismo

“Depois que me tornei presidente, pedi ao meu acompanhante que fossemos almoçar em um restaurante. Sentamo-nos e cada um de nós pediu o que queria.

Na mesa da frente, havia um homem esperando para ser servido. Quando ele foi servido, eu disse a um dos meus soldados: vá e peça àquele homem que se junte a nós.

O soldado foi e transmitiu meu convite.

O homem se levantou, pegou seu prato e sentou-se bem ao meu lado. Enquanto comia, suas mãos tremiam constantemente e ele não levantava a cabeça da comida. Quando terminamos, ele se despediu de mim sem mal olhar para mim, eu apertei sua mão e ele saiu.

O soldado comentou comigo: Madiba, aquele homem deve estar muito doente, pois suas mãos não paravam de tremer enquanto ele comia.

Não, em absoluto! A razão de seu tremor é outra:

Esse homem era o guardião da prisão onde eu estava. Depois que ele me torturava, eu gritava e chorava por um pouco de água e ele vinha me humilhava, ria de mim e em vez de me dar água urinava na minha cabeça.

Ele não estava doente, estava com medo de esperar que eu, agora presidente da África do Sul, o mandasse para a cadeia e fizesse com ele o mesmo que ele fez comigo.

Mas eu não sou assim, esse comportamento não faz parte do meu caráter, nem da minha ética.

Mentes que buscam vingança destroem estados, enquanto aquelas que buscam reconciliação constroem nações.

Enquanto eu saía pela porta para a minha liberdade, eu sabia que se eu não deixasse de lado toda a raiva, ódio e ressentimento, eu ainda seria um prisioneiro.”

Publicado por Iso Sendacz

Engenheiro Mecânico pela EESC-USP, Especialista aposentado do Banco Central, diretor do Instituto Cultural Israelita Brasileiro, conselheiro da CNTU e Aguaviva, membro da direção estadual paulista do Partido Comunista do Brasil. Foi presidente regional e diretor nacional do Sinal. Nascido no Bom Retiro, São Paulo, mora em Santos.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: