Estão destruindo a nossa maior empresa: a Petrobrás!

Paulo Cesar Ribeiro Lima, ex-engenheiro da Petrobrás e consultor legislativo lembrou que a Petrobrás era uma empresa fantástica, diversificada, integrada do poço ao posto, mas que agora está sendo destruída.

Com informações da Hora do Povo

“Este último presidente da Petrobrás aprofundou e destruiu de fato o maior projeto nacional. Na minha visão, a Petrobrás é o maior projeto nacional. E ela já está basicamente destruída”, destacou Paulo Cesar. “Se não está totalmente destruída, estão dadas as condições para sua destruição completa e, eu diria até, a privatização completa num governo neoliberal. Você destrói o projeto quando você destrói as leis”, prosseguiu o consultor legislativo aposentado.

Para emprestar uma expressão de Paulo Cesar, a Petrobrás está mais para “Petro-Rio-São Paulo”, em razão de seus campos de exploração e refinarias se concentrarem nesses dois Estados.

Ele salientou que esse é um processo longo. “Você não destrói o maior projeto nacional em pouco tempo, foi uma construção que pode culminar na destruição completa, uma privatização completa, ou pode também culminar numa eventual reestatização da Petrobrás, a partir de 2022. A gente tem que ter esperança, mas eu sou pessimista em relação à reestatização da Petrobrás”, observou.

Um dos pontos de atenção, trazido pelo engenheiro, diz respeito à propriedade nacional pública do nosso petróleo: a combinação do regime de partilha entre a empresa e outras petroleiras com a abertura de capital da Petrobrás reduz a um quarto, aproximadamente, as reservas do Brasil no campo de Búzios, por exemplo.

ATAQUES NÃO SÃO SÓ CONTRA A PETROBRÁS

“Eu costumo dizer que estamos voltando à era pré-Vargas, estamos voltando a ser um país produtor e exportador de matérias primas. Então, a reconstrução do Brasil é um grande desafio. Eu digo que a Petrobrás está destruída, mas eu acho que em certo sentido, o país está sendo destruído, não é só a Petrobrás”, disse o consultor legislativo. (+1000 palavras, Hora do Povo)

Paulo Cesar concluiu com as inevitáveis comparações com a China e a Argentina: aprimorando a fórmula nacional-desenvolvimentista, o país asiático partiu, nos anos 1980, de uma economia menor que a brasileira para um patamar já superior, em vários aspectos, ao dos EUA.

Já os nossos vizinhos do sul até hoje não se recuperaram da destruição neoliberal.

Publicado por Iso Sendacz

Engenheiro Mecânico pela EESC-USP, Especialista aposentado do Banco Central, diretor do Instituto Cultural Israelita Brasileiro, conselheiro da CNTU e Aguaviva, membro da direção estadual paulista do Partido Comunista do Brasil. Foi presidente regional e diretor nacional do Sinal. Nascido no Bom Retiro, São Paulo, mora em Santos.

Um comentário em “Estão destruindo a nossa maior empresa: a Petrobrás!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: