Endividamento Público não preocupa os EUA: “Quando alguma coisa não pode se manter para sempre, ela acaba”

Talvez a “Lei de Stern” não se aplique ao endividamento público, já que longe de ser o desejo do capital financeiro de acabar com ele, mais parece que quer “conte-lo” em níveis crescentes, mas administráveis.
Isso porque deseja – e precisa, para sobreviver – colher os ovos de ouro sem matar a galinha, para que esta no ano seguinte lhe siga fornecendo a proteína monetária.

Entre outros “alimentos”, estão a redução dos serviços públicos, dos direitos trabalhistas e das aposentadorias, em países como o Brasil.

Blog Cidadania & Cultura

A dívida do governo dos EUA vai superar o tamanho da economia do país no próximo ano fiscal. Trata-se de uma marca não atingida desde a Segunda Guerra Mundial, uma consequência da colossal resposta fiscal à pandemia.

O Escritório de Orçamento do Congresso (CBO, na sigla em inglês) americano disse ontem que a dívida pública federal deverá atingir ou ultrapassar 100% do PIB dos EUA no ano fiscal a se iniciar em 1o de outubro. Isso colocará os EUA ao lado de poucos países cujo endividamento supera suas economias, como Japão, Itália e Grécia.

No atual ano fiscal, terminando em 30 de setembro, a relação dívida/PIB deverá atingir 98%, também a maior desde a Segunda Guerra.

A explosão na dívida pública não está, até agora, afligindo os investidores nem tolhendo a capacidade dos EUA de tomar mais empréstimos. Os investidores absorveram grande quantidade de títulos do Tesouro americano, atraídos por…

Ver o post original 1.383 mais palavras

Publicado por Iso Sendacz

Engenheiro Mecânico pela EESC-USP, Especialista aposentado do Banco Central, diretor do Instituto Cultural Israelita Brasileiro, conselheiro da CNTU e Aguaviva, membro da direção estadual paulista do Partido Comunista do Brasil. Foi presidente regional e diretor nacional do Sinal. Nascido no Bom Retiro, São Paulo, mora em Santos.

Um comentário em “Endividamento Público não preocupa os EUA: “Quando alguma coisa não pode se manter para sempre, ela acaba”

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: