Independência do Banco Central: Suposta Panaceia face à Realidade

O artigo de Murilo Viana, Élide Graziane e Geraldo Biasoto sobre as contradições existentes e potenciais entre a atuação do Tesouro e do Banco Central em tempos de discussão da formal insubordinação deste ao governo é não só momentâneo como de leitura recomendável aos que se preocupam com o desenvolvimento da Nação brasileira.

Reproduzo de Cidadania & Cultura pela oportunidade de registrar também recente e abalizada opinião do professor Fernando Nogueira da Costa sobre a construção de um quarto poder, não eleito como não o é o Judiciário.

De nossa lavra, sugerimos a releitura de Banco Central do século 21 e Autonomia do Banco Central. Há mais na nossa página sobre o Brasil.

Blog Cidadania & Cultura

Grande avanço institucional haveria se fosse dada prioridade a uma maior cooperação entre Banco Central e Tesouro Nacional:

  1. para equalizar suas atividades, e
  2. para separar, de forma mais clara e sujeita a balizas, gestão da liquidez e gestão da dívida pública.

Murilo Ferreira Viana é consultor em Finanças Públicas e mestre em Economia. Élida Graziane Pinto é procuradora do MPC-SP e professora da EAESP-FGV. Geraldo Biasoto Jr é meu colega, professor de Economia da Unicamp. Publicaram bom artigo (Valor, 09/04/2020) sobre assunto em debate público e no Congresso Nacional. Compartilho-o abaixo.

“A independência do Banco Central (BC) sempre esteve entre os principais itens da agenda política de satisfação aos analistas do mercado financeiro. A medida é vista como condição necessária para o avanço da estabilidade macroeconômica, especialmente inflação, juros e dívida pública. De tão demandada, soa como panaceia.

Infelizmente, observam o hoje com os olhos de ontem. O capitalismo…

Ver o post original 923 mais palavras

Publicado por Iso Sendacz

Engenheiro Mecânico pela EESC-USP, Especialista aposentado do Banco Central, diretor do Instituto Cultural Israelita Brasileiro, conselheiro da CNTU e Aguaviva, membro da direção estadual paulista do Partido Comunista do Brasil. Foi presidente regional e diretor nacional do Sinal. Nascido no Bom Retiro, São Paulo, mora em Santos.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: